0 comentários

Atitudes diárias de bondade

13:19

“Assim brilhe a luz de vocês diante dos homens, para que vejam as suas boas obras e glorifiquem ao Pai de vocês, que está nos céus”. Mateus 5:16
Nos últimos dias da vida de Jesus, ele compartilhou uma refeição com os seus amigos Lázaro, Marta e Maria. Em uma semana ele sentiria a dor do chicote romano, a picada da coroa de espinhos e o ferro do prego do carrasco. Mas nesta noite, ele sentiu o amor de três amigos.
Para Maria, entretanto, oferecer o jantar não era suficiente. “Então Maria pegou um frasco de nardo puro, que era um perfume caro, derramou-o sobre os pés de Jesus e os enxugou com os seus cabelos. E a casa encheu-se com a fragrância do perfume” (João 12:3)…
Judas criticou a atitude como um desperdício. Jesus não. Ele recebeu o gesto como uma demonstração extravagante de amor, uma amiga entregando o seu presente mais precioso. Enquanto Jesus estava pendurado na cruz, nós nos perguntamos, ele sentiu a fragrância na sua pele?
Siga o exemplo de Maria.
Há um idoso na sua comunidade que acabou de perder a esposa. Uma hora do seu tempo significaria o mundo para ele.
Algumas crianças da sua cidade não têm pai. Nenhum pai as leva para o cinema ou para os jogos de basebol. Talvez você possa. Elas não podem retribuir. Elas nem mesmo podem pagar a pipoca ou o refrigerante. Mas elas sorrirão como uma fatia de melão por causa da sua bondade.
Ou quanto a esta? No final do corredor do seu quarto há uma pessoa que tem o mesmo sobrenome que o seu. Surpreenda essa pessoa com bondade. Algo estranho. A sua lição de casa feita sem reclamações. O café servido antes que ele acorde. Uma carta de amor escrita para ela sem um motivo especial. Alabastro derramado, simplesmente porque sim.
Diariamente tome uma atitude pela qual você não possa ser recompensado.
Precioso Salvador, todos os dias nós passamos por pessoas que precisam de uma demonstração do seu amor. Que nós procuremos maneiras de mostrar gestos extravagantes de um amor gracioso e atos estranhos de bondade. Faça de nós pessoas que estabelecem como meta tomar atitudes diárias pelas quais não possamos ser recompensados. Incendeie os nossos corações pelas pessoas que não o conhecem. Consuma-nos com compaixão pelos desesperados e oprimidos. Permita que nós derramemos as nossas vidas em amor… simplesmente porque sim, amém.
Agora que vocês purificaram a sua vida pela obediência à verdade, visando ao amor fraternal e sincero, amem sinceramente uns aos outros e de todo o coração. 1 Pedro 1:22
Autor: Max Lucado

0 comentários :

Postar um comentário

 
Toggle Footer
Top